Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

GENTILEZA

1 Feb 2017

Vamos falar sobre: GENTILEZA. Tema carinhosamente sugerido pela leitora assídua da minha coluna, Lilia Fernandes.

 

Gentileza é o ato nobre de ser gentil com os outros. Agir com gentileza é uma forma de ter atenção com quem se convive, de ter aquele especial cuidado, de se importar. É o tempero que torna os relacionamentos mais humanos, mais aconchegantes. É uma delicadeza que, infelizmente, tem sido cada vez mais escassa, quando deveria ser um dos principais elementos da convivência humana.

 

Gentileza tem a ver com generosidade. Quem pratica a gentileza é cuidadoso, nobre e delicado. Tem uma forma generosa de ver o mundo e as pessoas. Pode parecer que não, mas essas pessoas existem. Pode acreditar!

 

Vivemos em um mundo onde, quando encontramos pessoas gentis, ficamos surpresos, encantados, mas, principalmente, desconfiados. Chegamos a nos perguntar: “O que esta pessoa está querendo, agindo com tanta gentileza?”. Chega a ser engraçado essa desconfiança. Mas, de onde ela vem?

 

Acredito que partimos do princípio de que todos querem tirar vantagem de todos, a todo tempo. E que ninguém faria nada sem uma segunda ou terceira intenção. Talvez isso se deva a enorme quantidade de vezes que presenciamos essa atitude durante a vida. E então, tomamos atos e gestos de pura e simples gentileza, como falsidade, interesse, e nos recusamos a dividir com pessoas, verdadeiros momentos de partilha e amizade. Esse tipo de crença nos torna pessoas mais frias, mais ríspidas, e nos faz perder a fé no ser humano, incluindo em nós mesmos. Precisamos discernir se é isso que queremos para nossas convivências. 

 

Contudo, existe um detalhe que já sabemos, porém, insistimos em ignorar: - Gentileza é algo contagioso, assim como alegria e compaixão. Sempre esperar que o outro irá agir com rispidez, não ajuda em nada, assim como, sempre esperar que o outro seja gentil primeiro. Dizer que “Gentileza gera Gentileza”, não seria somente um clichê, mas uma verdade.

 

 

A escolha é sempre nossa. A partir do momento que nos abrimos para essa nova perspectiva, conseguimos enxergar nos momentos com as outras pessoas, oportunidades extraordinárias de uma convivência amável e sincera, sem intenções ocultas ou julgamentos. A bela e simples vivência amigável.

 

Dizer um bom dia ao passar pelas pessoas, dizer obrigado, se oferecer para ajudar alguém a carregar uma sacola pesada, deixar alguém entrar primeiro, dizer a uma pessoa o quanto ela é especial, dizer o quanto são bons os momentos que passam juntos, pedir licença ao passar... Inúmeras são as formas de agir com gentileza, que ultrapassam o limite de apenas “ser educado”.  É uma forma de dizer ao mundo o quanto você quer ser útil, o quanto você se importa. Faz parte de querer ser uma pessoa melhor. Faz parte de ver o mundo sob outra perspectiva.

 

Mas, todos esses gestos devem ser praticados com extrema lhaneza, ou seja, sinceridade e simplicidade. Pois, de outro modo, perdem totalmente o valor. E, se você fizer primeiro, se você se propuser primeiro a ser um pouco mais gentil com as pessoas, pode se surpreender com o retorno que  receberá. Porém, lembre-se de que sempre haverá aquela pessoa que não aceitará a sua gentileza, ou não verá com bons olhos seu ato sincero, isso também faz parte dessa maravilhosa jornada intitulada vida.

 

Se você também tem algum tema que queira ler na minha coluna, envie sua sugestão. Escrevo sobre Sentimentos, emoções e afetos. Fique à vontade em sugerir. Terei o maior prazer em atender seu pedido.

 

Um forte e caloroso abraço!

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

O PESO

November 18, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon