Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

AMIZADE

18 Apr 2017

Para hoje temos AMIZADE. Que sentimento é esse que por vezes nos faz mover montanhas? Que nos faz ver o outro como ele realmente é e ainda o amarmos intensamente? Sim, amizade é amor!

Sentimento de profunda empatia por alguém, que mesmo sendo muito diferente de nós, conseguimos nos conectar de tal forma a nos colocar em seu lugar e sentir o que ele sente. A verdadeira amizade é, sem dúvida, um tipo de amor que ultrapassa o amor romântico. Que transcende dificuldades de convivência, divergências de opinião, quaisquer incompatibilidades. A amizade vem para nos mostrar que podemos aceitar o outro e ama-lo sob quaisquer circunstâncias, principalmente quando o outro é bem diferente de nós, ou não tem nada a nos oferecer.

Assim como do amor, a base da amizade é o respeito. Mas quando ela é verdadeira, não é necessário pedir. O primeiro indício de que uma amizade está nascendo é quando uma pessoa, que até então seria um estranho, te respeita, sem você pedir. 

O sentimento de amizade se sustenta pela reciprocidade do afeto, ajuda mútua, confiança e compreensão. RECIPROCIDADE, esta é a palavra central do “manual” de como se mantém uma amizade. Item principal. Porque este sentimento deve ser alimentado, e bem alimentado. Mas em “via de mão dupla”, porque não se sustenta sozinho. Porém, não se trata necessariamente de uma reciprocidade material, do tipo dar presentes materiais, ou oferecer coisas de valor material, trata-se de estar lá, simplesmente. Shakespeare escreveu: “...seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos.”  

Mas se você pensa que a amizade só pode vir de desconhecidos, você se engana. Pode-se encontrar amizade em um irmão, pai, mãe, namorado, esposo, primo... pessoas com diferentes vínculos, mas que estejam dispostos a dividir momentos com você, a ouvir o que você tem a dizer, a te cuidar, te dar conselhos, e também receber tudo isso de você. Viver esta troca tão generosa de experiências chamada de amizade.

Sim, amizade é uma troca, é reciprocidade. Mas é também intimidade. Uma intimidade limpa, sem julgamento, sem dor, totalmente livre de preconceitos. Não sendo bastante aceitar a pessoa como ela é, mas amá-la, apesar de tudo. Quem pode dizer que isso não é uma forma de amor? Quem tem o privilégio de ter grandes e verdadeiros amigos se sente amado. Não existe o que pague o valor de uma verdadeira amizade. Nem o que substitua. 

Já dizia Vinícius de Moraes: “A gente não faz amigos, reconhece-os”. Há quem diga que amigos de verdade suportam nossa felicidade, mas que também são aqueles que nos suportam na dor. Porque não há momento que exponha mais a nossa verdadeira face do que o de sofrimento. 

 

A amizade com alguém pode iniciar em qualquer lugar. No local de trabalho, na escola, na rua, em um ponto de ônibus, dentro do metrô. São tantas as possibilidades. Basta você estar aberto a isso. Sempre acreditei que o melhor caminho é se doar ao outro, mesmo correndo o risco de se decepcionar. Porque realmente existem pessoas que valem a pena, outras não. Mas isso jamais me impediu de estar aberta a novas amizades, novas pessoas. Muito menos de cultivar as antigas. Tenha sempre em mente que, o que você tem a oferecer é muito especial para dividir com quem não quer. Procure e valorize pessoas que estejam dispostas a desfrutar de momentos de pura amizade ao seu lado. Pessoas que acrescentem algo de valioso a sua vida, que te inspirem, que contribuam para que você seja uma pessoa melhor a cada dia. Que se alegrem com suas alegrias e se entristeçam com suas tristezas, que se importem. Essas são as que ficam. As outras estão só de passagem.

 

E a sua amizade? Tem valido a pena? Você tem sido um(a) bom(a) amigo(a) para os seus? Conte-me sobre seus relacionamentos de amizade!

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon