Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

A importância de compartilhar

16 Oct 2017

Olá querido(a) leitor(a)!

Hoje vamos falar um pouco sobre a importância de se compartilhar... Compartilhar a vida, a história, as nossas coisas, e em especial as nossas emoções.

 

Como psicóloga, me deparo em todas as sessões com uma mistura delas... Alguns sentimentos bons e outros ruins. Geralmente, as pessoas, ao chegarem em terapia, vêm mais carregadas de emoções negativas como raiva, tristeza, desanimo, desesperança, infelicidade etc; que estão presentes devido a situações que ocorreram e/ou estão ocorrendo. Mas, a partir do momento que elas passam a compartilhar e ao mesmo tempo buscam se conhecer, darem nomes ao que estão sentindo e desenvolverem uma solução mais prática e realizável do seu problema, as emoções, antes negativas, aos poucos vão perdendo força e o bem estar começa a se fortalecer. É um processo complexo, não vou mentir, mas toda construção exige um nível de esforço e complexidade e esse investimento vale a pena!

 

Algumas pessoas, naturalmente, sentem-se mais a vontade em revelar seus sentimentos e se mostrarem do jeito que são, enquanto outras possuem uma introversão maior e, por isso, não são de demonstrar tanto as emoções. Contudo, independente de ser introvertido ou extrovertido, as emoções estão dentro de cada um de nós e devem ser consideradas e compartilhadas. Isso não significa sair falando aos quatro cantos sobre sua vida e nem colocar nos outros o peso dos seus sentimentos negativos e sim encontrar um modo saudável de se conectar as pessoas, pois compartilhar faz bem!

 

Então querido(a) leitor(a), convido você a compartilhar o que sente. Num primeiro momento você pode faze-lo com alguém de sua confiança e que tenha a convicção de que lhe quer bem. As vezes, o simples fato de falar já traz um alivio positivo, porém, se você tem percebido que existem emoções que hoje lhe desafiam e que tem impactado sua vida causando problemas ou dificuldades, talvez esteja na hora de procurar um profissional da área. Apesar de ainda existir um preconceito em torno da terapia e do psicólogo, saiba que o único propósito que existe é fazer com que as pessoas se tornem melhores e mais felizes do que antes do processo iniciar, sendo assim, faça uma reflexão de suas necessidades e se dedique a ter uma vida mais plena e saudável.

 

Um grande abraço e até a próxima!

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon