Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

Se cair, levante-se e continue sua jornada

10 Feb 2018

Olá caro leitor! No último texto conversamos sobre metas. Hoje vamos conversar sobre os tombos naturais do caminho. Vamos juntos?

 

Um processo de mudança de comportamento não é linear.

 

Esta é uma frase que sai da minha boca quase todos os dias, praticamente com todas as pessoas que eu atendo, na busca de novos comportamentos em saúde e bem-estar. Pois, um processo de mudança é feito de altos e baixos, erros e acertos são importantes e fazem parte, ao invés de julgá-los, precisamos aprender a acolhê-los, pois estes momentos em espiral abrem portas para a autocompaixão e o sucesso na mudança.

 

Quando um bebê está aprendendo a andar ele cai e levanta várias vezes. Ele se permite seguir em frente rumo ao seu objetivo, sozinho ou com a ajuda de alguém.

 

Já nós adultos não aceitamos que a recaída é natural e é um fator que pode ser constante em nossas vidas, especialmente quando tratamos de comportamentos em saúde. 

 

A autocompaixão ajuda-nos a compreender que os tombos são normais num processo de mudança e mostra-nos que, talvez, seja preciso refazer a rota ou mesmo continuar de onde paramos.

 

A autocompaixão impede o nosso olhar “torto” para nós mesmos. A autopunição é muito comum na mudança de comportamentos em saúde, quando não reconhecemos com naturalidade as recaídas. Tenho certeza que você conheça ou talvez seja a pessoa que decidiu comer melhor e, num belo dia, que a rotina saiu do programa, se alimentou de comidas que, na sua mente, não eram permitidas; daí chutou o balde. O famoso “já que”, (já que comi um pedaço de chocolate, vou acabar logo com isso e comer a barra inteira, ou num final de dia estressante comeu um pacote de batatas fritas na frente da TV). E isso te deixa o sentimento de que não está tão preparado e coloca esse momento como um fracasso da sua jornada. Cultivar essa atitude não faz bem para a sua saúde, nem para o seu bem-estar.

 

Você esquece que o seu verdadeiro valor nesse processo está na capacidade de lidar com as dificuldades, e põe tudo a perder ou, como comumente, desiste.

 

Estudos demonstram que pessoas com autocompaixão potencializam o seu sucesso e sofrem menos com a ansiedade natural de um processo de mudança, pois tendem a serem mais felizes e mais otimistas. Percebem que os tombos não são o fim do mundo e seguem em frente.

 

Quando cair, permita-se se acolher, se tratar com carinho e respeito.

 

Respire e prossiga! Te vejo lá na frente!

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

O PESO

November 18, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon