Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

Qual estilo de maternidade você escolhe?

10 Jul 2018

Inicio o texto de hoje com um trecho de uma história muito conhecida: “Alice no País das Maravilhas”:

 

“Poderia me dizer, por favor, que caminho devo tomar para ir embora daqui?”

 

“Depende bastante de para onde quer ir”, respondeu o Gato.

 

“Não me importa muito para onde”, disse Alice.

 

“Então não importa que caminho tome”, disse o Gato.

 

“Contanto que eu chegue a algum lugar”, Alice acrescentou à guisa de explicação.

 

“Oh, isso você certamente vai conseguir”, afirmou o Gato, “desde que ande o bastante.”

(CARROLL, 2002, P.62-63)

 

Observo em minhas andanças por rodas de conversa, sobre maternidade, queixas diversas sobre os desafios de tornar-se mãe.

 

Ouço a diversidade de sentimentos/emoções: ansiedade, medo, dúvida, alegria, cansaço, felicidade, tristeza e outros.

 

Encontro mulheres em busca de se fazerem mães, através de leituras de livros, participação em cursos de técnicas diversas, contratação de consultorias, grupos de facebook, whatsapp, rodas de mães e outras mil ferramentas/caminhos.

 

Encontro mães felizes e cansadas com as buscas que fizeram e com as respostas que estão obtendo. Também encontro mães raivosas e frustradas, cansadas e tristes porque ainda não acertaram em suas escolhas ou ainda estão perdidas em palpites que as fazem paralisar como diante de uma encruzilhada sem placa indicativa.

 

E assim me lembrei da história de Alice. Saber o que queremos da maternidade que empreendemos é um assunto pouco trabalhado, como se fosse simples tornar-se mãe, nasce o bebê e pronto: você é mãe. (Só que não...rsrsrs)

 

Com as buscas que eu tenho feito no meu processo de fazer-me mãe, uma das fontes que me alimenta é a fonte da Comunicação Não Violenta. Aqui eu descobri o valor das pistas chamadas sentimentos/emoções e de como elas afetam o meu desempenho nos meus diversos papéis ocupacionais, atividades e tarefas do dia a dia. Entendi que isso é só a ponta do iceberg.

 

Quando decido aprofundar a partir das pistas, eu tenho a oportunidade de me conectar com as minhas necessidades. Com clareza do que eu necessito, eu posso tornar meus pedidos mais eficazes e assim escolher estratégias que aumentem a chance de obter o resultado que quero.

 

Só que, para tudo isso, é necessário uma coisa que em tempos de entrega, delivery, muitas de nós se abalam (e eu já me abalei enésimas vezes) de ter que enfrentar. O nome disso é: processo.

 

Se sairmos afoitas por encontrar respostas (cursos, rodas, palpites) podemos nos cansar muito e não achar o que queremos. Vamos chegar a algum lugar, mas pode não ser o que desejamos, pois é preciso saber o que se busca, para se alcançar.

 

Por exemplo: posso estar cansada, deduzo que se o meu bebê dormisse mais eu poderia estar melhor. Invisto numa consultoria. As técnicas são interessantes e eficazes, mas pedem tempo. Canso-me mais. Desisto. Mas se dedico um tempo para olhar para o que me cansa de fato, posso ir me aproximando da resposta que poderá me trazer a melhor solução para o momento: talvez a auto-exigência para manter o controle de organização da casa é o que mais me cansa, talvez a diminuição na intimidade com o companheiro é o que se está se chamando de cansaço, mas na verdade é necessidade de carinho, talvez a falta de alguns minutos para si (uma caminhada, um banho prolongado, uma comidinha pronta) seja a sua necessidade. Você está chamando de cansaço, mas é só necessidade de espaço/tempo/cuidado. Aí aquela ideia de que o bebê precisa dormir mais se frustra. Terá resultado a técnica para dormir, mas não é só isso. Compreende?

 

No Consultório de Mãe, eu te proporciono um novo olhar sobre a {re}organização de rotina pós-maternidade. E te convido a abraçar esse momento de grande potencial de transformação pessoal. E se quiser ajuda...

 

Conte comigo!

 

Eu sou Handula Janine, Terapeuta Ocupacional, facilitadora de Comunicação Não violenta, desenhando estilos de vida únicos e cheios de sentido.

 

Whatsapp: 31 9 88839242

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon