Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

O que o meu desejo por chocolate quer me dizer?

9 Aug 2018

Olá! Que bom te encontrar novamente!

 

Você sabe o que está por trás dos seus desejos por comida? E por chocolate? Vamos descobrir?

 

 “- Ah, não consigo controlar minha vontade por chocolate, começo comer e só paro quando a barra termina, e as vezes preciso de mais uma”.

 

Essa é uma das falas que ouço com frequência de mulheres em busca de uma relação de tranquilidade e paz com a comida. Possivelmente se você já fez dieta ou comeu no automático sem dar atenção às suas reais necessidades, já passou por algum momento em que se sentiu obcecada por chocolate ou outro alimento.

 

Se você já acompanha meus textos, já sabe o quanto prezo o “viver e comer com atenção plena” e que também não sou adepta de dietas restritivas, exceto quando se tem uma condição alimentar especial. 

 

A mensagem que quero deixar hoje, é a respeito da importância de se investir um pouco mais em si mesmo, no autocuidado de se permitir parar um pouco para se conectar consigo mesmo e prestar atenção no que a mente e o corpo dizem quando aparece aquela vontade desenfreada por comida. Hoje tomo especificamente o chocolate como norte, mas poderia ser qualquer alimento que lhe cause grande fissura.

 

Então, o que pode significar esse desejo desenfreado?

 

Eu te convido a, sempre que esse desejo ocorrer, prestar atenção nessas possíveis razões:

 

Estresse


O desejo por alimentos doces, como o chocolate, é uma opção especialmente atraente quando estamos estressados, porque além de ser um alimento saboroso, quando o comemos, o nosso cérebro recebe uma recompensa de prazer e bem-estar pela capacidade que ele tem em aumentar a disponibilidade dos neurotransmissores serotonina e endorfina.


Embora uma pequena quantidade de estresse possa ser uma coisa boa, o estresse crônico pode prejudicar a saúde. Tente administrar seus níveis de estresse tomando tempo para o autocuidado. A prática de meditação se fizer sentido para você, poderá lhe ajudar muito a passar por momentos estressantes sem precisar usar a comida para lidar com eles.

 

Essa busca por prazer e bem-estar através do alimento, comumente acontece quando experimentamos emoções negativas e precisamos de um alivio rápido. Mas assim como no caso do estresse, esse comportamento é apenas uma fuga, enquanto a raiz do problema existir, o chocolate ou qualquer outra comida será apenas uma muleta.

 

Ouça suas emoções! Acolha suas emoções! E veja o que você pode fazer. Uma ajuda especializada é sempre bem-vinda quando não damos conta.  Ah e não somos obrigados a dar conta!

 

Cansaço

 

Quando você está cansado, é mais provável que você deseje alimentos densos em energia, como chocolate. Mas essa energia, da mesma forma que ela chega rápido, seu nível também cai rápido, fazendo que você comece outro ciclo, buscando mais um pedaço até terminar a barra e talvez abrir mais uma.

 

Será que não é descanso que você precisa? Como está a qualidade do seu sono?

 

Restrição gera Compulsão

 

O chocolate é um alimento que é excluído da maioria das dietas voltadas para a perda de peso. Portanto, embora as pessoas estejam tentando restringir sua ingestão, isso pode acabar aumentando o desejo de comê-lo. Em outras palavras, quanto mais você tenta evitar o chocolate ou qualquer outro alimento, mais o seu cérebro pensará sobre isso e o mais provável é que você fique com uma vontade incontrolável, e comerá em excesso. 

 

Você não precisa restringir nenhum alimento ou grupo de alimentos. Os alimentos in natura e os minimamente processados, devem ser a base da alimentação. Mas, todos os alimentos podem fazer parte de uma vida saudável, respeitando seus sinais internos de fome, saciedade, vontade e prazer de comer.

 

Qualquer desejo, merece ser explorado em suas raízes, com curiosidade, sem julgamentos.

 

Se pensamentos e desejos obsessivos sobre comida rondam a sua mente, experimente explorar seus sentimentos em torno deles e sua relação com a comida. Você poderá perceber que seu desejo esconde outras necessidades. E se no momento você não puder supri-las ou não souber ainda como fazer isso, e escolher comer; então coma consciente, escolhendo apenas comer, saboreando verdadeiramente a experiência e a comida, assim aumenta a sua satisfação, intensifica o seu prazer e possivelmente você comerá menos.

 

Comer por outros motivos que não fome, é normal. Isto se torna disfuncional quando vira frequência, quando a comida se torna a única forma de preencher as necessidades e lacunas da vida.

 

Você quer chocolate com frequência? Tem desejos por comida que você os considera incontroláveis? Conte-me. Como você gerencia seus desejos? Você sabe o que está por trás deles?

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon