Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

Qual o seu modo de comer?

8 Nov 2018

Olá querido leitor!

Você tem total atenção quando come? Você degusta cada mordida? Ou você come muitas vezes de maneira mecânica e impulsiva? 

 

Passamos boa parte de nossas vidas comendo e em geral tendemos a realizar esse ato no "piloto automático", como uma tarefa que precisa ser feita logo, para continuar com nossas obrigações.

 

Além disso, a comida está tomando outros lugares. Quando vem a tristeza, o estresse ou a ansiedade, a comida se transforma no alívio momentâneo do desconforto, desenvolvendo assim comportamentos não saudáveis com a comida. Um deles, o comer compulsivo ou inconsciente, o que pode levar a comer mais do que necessário. Outro comportamento é que chamo de "fome do coração ": comer para preencher um vazio emocional, esconder a ferida. Tais comportamentos abrem espaço para problemas digestivos, excesso de peso, comer transtornado e transtornos como o Transtorno da Compulsão Alimentar.

 

Mas é muito possível ajustar a mente e o corpo enquanto comemos.

 

É possível treinar a mente para desativar o piloto automático e ficar presente enquanto comemos, em vez de ficar imerso em pensamentos intermináveis ​​ que nos distanciam da comida e da rica experiência de comer.

 

Estou falando de Mindfulness aplicada à Nutrição, uma forma de meditação cuja origem está no budismo e que ajuda a reconhecer e lidar com suas emoções e sensações físicas no momento da alimentação. O Mindfulness em si é prestar atenção deliberadamente no que se passa por nossa mente e nosso corpo em todos os momentos, sem ser sugado pela velocidade da vida frenética que levamos. 

 

Comer com toda a atenção é ter uma relação harmoniosa com a comida, de forma que ela ocupe o lugar que lhe cabe, deixando de responsabilizá-la pelas alegrias e tristezas.

 

Tão importante quanto o que comemos, é o modo como fazemos.

 

Dar uma pausa no ritmo frenético do dia para prestar atenção nas nossas sensações, emoções e no que a nossa mente nos diz sobre a comida, permite-nos desfrutar mais da comida, comer melhor e comer feliz.

 

Mas, essa atenção que a nossa comida e a nossa relação com ela demanda, trata-se de uma atenção especial: livre de julgamentos e críticas, é deixar-nos surpreender pelo que acontece, pelo que observamos, pelo que vemos, pelo que sentimos; como se fosse a primeira vez que tivéssemos ali, abertos para viver uma experiência única.

 

Experimente!

 

Observe a sensação de fome! Toda vez que você tomar a decisão de comer, pergunte a si mesmo: O que me leva a comer agora? Eu estou com fome? Parar e observar as sensações corporais desenvolve habilidades necessárias para reconhecer a sensação de "estar com fome" e distinguir se é fome de comida ou se é a “fome do coração”.

 

Mantenha sua mente atenta à comida e às sensações que ela desperta toda vez que você dá uma nova mordida. Surpreenda-se com os sabores e sensações, sinta como sua sensação de fome vai se transformando e dê tempo ao corpo para informá-lo sobre o seu estado de plenitude e contentamento.

 

E lembre-se do mais importante. Comer é sempre uma experiência única!

 

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon