Blog Memorarces

Por Rubia Arce e Colunistas

A MÁGICA DA AUTORRESPONSABILIDADE

7 Sep 2019

“Pessoas autorresponsáveis não gastam energia desnecessária sentindo raiva e sofrimento sobre as coisas e situações que não têm poder para mudar.” (Paulo Vieira)

 

Em uma escala de zero a dez, quanto você se sente responsável pelos seus resultados?

Autorresponsabilidade é a capacidade racional e emocional de trazer para si toda responsabilidade por tudo que acontece em sua vida, por mais inexplicável que seja, por mais que pareça estar fora do seu controle.

 

É muito difícil quando conseguimos enxergar a realidade mas quando você conseguir, te garanto: Será libertador!

 

A autorresponsabilidade nos empodera e capacita a mudar o que deve ser mudado para continuar a avançar na direção de nossos objetivos. Quando não assumimos a responsabilidade pelos nosso atos, tentamos  a todo custo transferir a "culpa" para fatores externos ou para outras pessoas.

 

Citarei a seguir alguns exemplos:

 

Sem autorresponsabilidade: "Eu não teria engordado tanto se meus colegas de trabalho e minha família me oferecessem tantos doces e quitutes todos os dias"

 

Com autorresponsabilidade: "Se tivesse me alimentado melhor e se não tivesse comido muitos doces e quitutes todos os dias eu não teria engordado tanto"

 

Sem autorresponsabilidade:"Eu teria ido ao meu compromisso se minha mãe tivesse me lembrado"

 

Com autorresponsabilidade: "Eu teria ido ao meu compromisso se tivesse me organizado e anotado na minha agenda com lembretes"

 

Viu só como a autorresponsabilidade te dá controle sobre sua vida!

 

Para desenvolver a autorresponsabilidade identifique em quais atitudes você está culpando alguém que não você pelos resultados; crie e exercite essa autoconsciência para assumir as suas responsabilidades; tenha a pró-atividade para mudar os hábitos.

 

No livro, O poder da autorresponsabilidade, o autor Paulo Vieira, escreve sobre as 6 leis da autorresponsabilidade. Essas leis podem te ajudar na sua empreitada. São elas:

  1. Se é para criticar os outros, cale-se;

  2. Se é pra reclamar, dê sugestão;

  3. Se é para buscar culpados, busque solução;

  4. Se é para se fazer de vítima, faça-se de vencedor;

  5. Se é para justificar seus erros, aprenda com eles;

  6. Se é para julgar as pessoas, julgue suas atitudes.

Lembre-se de que não importa o que esteja acontecendo com você, o que importa é como você está lidando com o que está acontecendo.

 

Não é fácil mas será libertador!

 

 

 

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

VIAGEM A OUTRO MUNDO

November 11, 2019

1/10
Please reload

Arquivos
Please reload

Siga-me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon